PELE MASCULINA: O QUE É FOLICULITE? E SUAS CAUSAS?

A foliculite é infecção que não é genética, porém, causada por raspar os pêlos em “contra-mão”, ou seja, por cortar de modo incorreto. Existem muitas dúvidas, assim é preciso entender mais sobre estes pequenos pontos vermelhos percebidos no rosto do homem e como tratar.

O que causa foliculite?

Foliculite é gerada por esta raspagem dos pêlos em “contra-mão”, por lado incorreto do fio, e ao fazer isto aparece a dermatite. Tudo se inicia através da inflamação do folículo.

Inflamação dos poros é ocasionada, inicialmente, por causa da agressão, e assim, gera liberação da glândula sebácea, formando uma pápula, portanto, uma elevação pequena que pode ou não infeccionar com fungos ou bactérias.

A foliculite surge na área das nádegas, na virilha e couro cabeludo, porém é percebida mais na região do pescoço, já que a camada mais externa da pele, o estrato córneo, se caracteriza fino, então a sensibilidade e vascularização são maiores.

Hábitos errados que devem ser evitados

Por vezes a lâmina é deixada durante meses no banheiro, local em que a umidade é grande. Se for deixado na lâmina, como exemplo, um pouco de sangue do ferimento anterior, ocorrerá proliferação da bactéria podendo gerar infecção.

É bom entender que se deve fazer troca da lâmina com freqüência. Lembrar-se de higienizar a lâmina, lavando e secando bem, pode até utilizar secador, e guardar no lugar que não tenha umidade.

Ir ao barbeiro é fundamental, mesmo para aqueles homens que não tem barba. Este profissional equilibrará o pH da pele através de produtos e cuidados essenciais.

É usado o shampoo apropriado e feita correta higienização? São questões que precisam ser revistas. A orientação correta sobre como fazer a barba é importantíssima e o barbeiro pode ser o guia.

Nunca lavar o cabelo e barba usando sabonete de corpo. O sabonete pode aumentar a oleosidade e retirar a camada de proteção. Cada um possui função própria. Há shampoos direcionados à barba.

Nunca espremer o pontinho da foliculite. E não adianta apertar, pois não sairá nada. É possível fazer o ressecamento dos pontinhos ao fechamento do folículo, como é feito com tratamento profissional.

Como verificar se trata-se de foliculite da barba

O aparecimento da foliculite da barba normalmente é depois de fazer a barba e nas áreas como rosto ou pescoço, e causa sintomas como a intensa coceira e sensibilidade na pele, vermelhidão na região da barba, e bolinhas pequenas no rosto, que estão inflamadas e vermelhas, semelhantes à acne.

E, nas situações de maior gravidade podem aparecer ainda bolinhas pequenas vermelhas que estão infectadas e apresentam pus, provocando incômodo e dor.

Foliculite da barba é causada normalmente devido ao pêlos encravados e assim geralmente aparece depois de fazer a barba, no entanto, pode ainda ser gerada por Staphylococcus aureus presente ou mais fungos e bactérias na pele.

Tratamento para foliculite

Foliculite na barba e no rosto pode ser evitada ao usar barbeador elétrico em substituição da lâmina. E, se não desaparecer de modo espontâneo, é bom visitar o dermatologista para receber indicação para o tratamento desta inflamação.

O tratamento geralmente varia segundo a intensidade de sintomas, com possibilidade de ser realizado através da utilização dos antibióticos ou pomadas com corticóides, no caso da infecção mais grave.

É bom ainda lavar o rosto utilizando água fria ou aplicar creme calmante depois de barbear-se. Mais uma opção capaz de reduzir o surgimento da foliculite, além do barbeador elétrico, pode ser a depilação com laser.

Prevenção da foliculite

Quando se fala em prevenção do surgimento da foliculite da barba, há dicas que podem fazer muita diferença como o uso da lâmina nova cada vez que for fazer a barba.

E fazer a barba somente 1 vez por semana. Evitar que a lâmina seja passada em mesmo lugar 2 vezes. Cortar sempre a barba no sentido do crescimento do pêlo.

Aplicar creme hidratante depois de fazer a barba. Na situação da inflamação, é preciso evitar estourar a bolha que se forma, não sendo apontada a tentativa de arrancar o pelo.

A esfoliação pode ainda auxiliar e prevenir o aparecimento do pêlo encravado. Pseudofoliculite pode também aparecer nas mulheres, em especial nas áreas que têm pêlos mais grossos e fortes, onde foi realizada depilação usando lâmina, como axilas e virilha.

Na maior parte das vezes, a foliculite da barba desaparece com o decorrer do tempo e por meio de cuidados básicos, que incluem a lavagem regular da área afetada usando água fria, ou aplicar creme calmante que é próprio para barbear, por exemplo. No entanto, em determinados casos, podem aparecer bolhas com pus, sendo preciso assim fazer tratamento orientado pelo dermatologista.

Pensando nisso, a Oxi3 preparou um protocolo de tratamento específico para o tratamento da foliculite masculina. Confira abaixo o passo a passo:

Para mais informações, acesse nosso site: www.oxi3.com.br 💙

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Precisa de Ajuda ?